Coisas que ele já deveria saber…

O amor não é exatamente como as músicas que tocam na rádio contam. Sabe como a gente descobre isso? Amando. Vivendo a incrível e às vezes devastadora, experiência de sentir e enxergar a nossa própria felicidade no sorriso de um outro alguém. Quando acontece é mágico. Mas em um mundo naturalmente egocêntrico como esse que vivemos, isso não é tão fácil quanto parece.

Afinal de contas, todo mundo tem sua própria história e não adianta, amor nenhum apaga isso. Na verdade esse sentimento existe mesmo é pra gente se curar e se cuidar. Ver graça na existência. Nas sextas. Mas principalmente, aceitar que ninguém é perfeito e que o todo dia vamos aprender alguma coisa com alguém inesperado. Sério. Até com aquele cara que fez você chorar durante horas na sexta.

E esse texto é justamente pra ele. Ou eles. Parágrafos que contam de uma maneira superficial o que vi, vivi e aprendi. As certezas que tirei das minhas pequenas incertezas de cada dia. Bom, chega de enrolação. Lá vai:

1. Para de achar que entende sempre o que ela sente. Anota aí: Sentimentos mudam em questão de atitudes. Ficar imaginando só torna as coisas mais complicadas do que já são. O título de namorado não te faz um telepata. Abre o jogo. Uma boa conversa de verdade te transforma em um cara maduro. Garotas espertas gostam de caras maduros.

2. Não queria substituir a melhor amiga. Namorado é namorado e amiga é amiga. Ambos são cargos importantes na vida de uma garota. É simples: Um é o cara que vai entrar no tapete vermelho e a outra é a que vai ser madrinha e fotografar tudo no melhor ângulo (porque só ela sabe isso). Essa competição é idiota. Caras que ficam querendo atenção o tempo todo são um saco. Respeite o espaço e não ache que, por estarem juntos, você será a vida dela. Você só faz parte disso. E se não ficar esperto. Nem isso, viu? Vai por mim: O maior medo de uma garota é ver as duas pessoas que ela mais ama se amando ou se odiando demais.

3. Não comece uma história no meio da outra. Todos nós temos um passado. Até aquela garota que você ficou sem compromisso na festa do final de semana. Flashbacks não são justificáveis. Ou você ainda sente ou você tá pronto de verdade pra viver outra experiência. Nunca um meio termo. Eu sei vai, todos nós precisamos de um tempo pra superar certas coisas. Só não acho justo colocar alguém inocente nessa confusão. Cativar pra depois simplesmente colocar no banco de reserva. Isso é jogo perdido. Ao contrário do que dizem, o tempo não faz as coisas que vivemos ficarem pra trás. O tempo faz a gente ser maduro o suficiente pra guardar dentro e aí sim, seguir em frente.

4. Vai com calma. Coloca o cinto de segurança. Olha para os lados e depois veja se o sinal está verde. Agora sim, acelere e sinta o vendo balançar seu cabelo. Escute a música que começou a tocar no rádio. Que sorte. Ainda é sua preferida. Ok. Foi uma metáfora bobinha pra explicar que paixões também podem acontecer em um tempo legal. Aos pouquinhos. Conhecendo os defeitos, erros e acertos um do outro. Equilibrando e adaptando a realidade dos envolvidos sem pressa de chegar logo no logo no destino. Aliás, qual é o destino mesmo? A vista e o abraço sincero parecem tão convenientes pra você agora.

5. Sexo não é tudo. Assim como o amor não é. É como aqueles vidros com areia colorida dentro que a gente compra de lembrança quando vai no litoral. Eles precisam estar exatamente com medida certa, no lugar certo, pra formar um desenho realmente bonito. É importante que os dois queiram o mesmo desenho, sabe? Mas a vida é assim. Cada um tem seus medos. Cada um tem seu tempo. A questão é: tá disposto a adiantar ou atrasar os ponteiros?

6. O juros da cobrança pode sair caro demais. E ela provavelmente nem estará disposta a pagar tanto. Resmungar, mandar indiretas, ficar em silêncio pra ver se ela pergunta o que aconteceu… Coisas que todo mundo fez, coisas que todo mundo faz. Mas será que você não tá exagerando? Você não vai transformá-la na garota dos seus sonhos. Se der sorte e o destino for bonzinho, vai é se apaixonar cada vez mais por aqueles defeitos que antes você bobinava. Se não acontecer… desencana.

7. O que vão pensar é a última coisa que você deve pensar. Ninguém merece homem inseguro que precisa da aprovação alheia pra fazer, dizer ou demonstrar alguma coisa. Não acredito nessa de cuidados com exposição do casal. Quando a gente tá apaixonado de verdade não damos a mínima pra isso. Queremos mesmo é pular, beijar, escrever e gritar pra todo mundo o que sentimos pelo outro. Sem exageros ou com exageros. Vai por mim, isso não era pra ser um grande problema.

8. Não pare de fazer o que te fazia feliz. Mesmo se ela pedir, ameaçar ou implorar de joelhos. Divida seu tempo, organize seus compromissos e se precisar, tenha uma agenda. Mas não pare nunca de achar graça nas coisas que te fazem feliz agora (ou fizeram ontem, né?) simplesmente porque alguém acha que você deveria fazer isso. Às vezes isso acontece naturalmente, e é uma merda. Burro é quem muda por amor ao invés de deixar o amor mudar tudo.

9. A roupa que você veste não é o mais importante. O estilo de música que você curte também não. Muito menos o número de seguidores que você tem no twitter. O que realmente faz diferença no fim das contas é o jeito que você faz ela se sentir toda vez que se encontram. Isso é charme. Isso é humor. Isso é inteligência. É papo. É sintonia. É também o que você está disposto a fazer (de verdade) pelo que você sente.

10. Amor é um sentimento louco que não faz o menor sentido. Se a gente for parar pra pensar, viver também não. Mas é justamente quando não temos tempo de ficar criando planos mirabolantes para fazer as coisas mais simples da vida, que somos felizes de verdade. Pense pouco, diga menos e faça o que for preciso.

Uma última coisinha: Ser humano não combina com generalizações. Talvez isso funcione, talvez faça tudo desandar de vez. Mas se você for parar pra pensar, a culpa não será toda de alguns parágrafos escritos em uma madrugada qualquer por uma pessoa que nem te conhece. Então, se você chegou até aqui, seja qual for o motivo, pense nisso. E naquilo.

Por: Bruna Vieira

Lethicia. Beijos

Anúncios
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: