Consegui me superar.

Eu me amo, exatamente pelo o que sou.

O que você quer primeiro, a boa ou a má notícia? Ok, a boa. E a boa notícia, é que meu ano de 2011 foi extremamente maravilhoso, pois foi nesse que me diverti como nunca, fiz amigos, amores e colegas, e eu até conheci algumas pessoas estranhas, com nomes complicados e sotaques diferentes.

Confesso que a muito tempo não me sentia assim, feliz… E hoje vejo que nesse ano, consegui muito mais do que deixar o cabelo ficar cumprido ou um vestido da moda. Consegui me superar, esquecer o passado e cumprir com obrigações sérias.

E desde o começo do ano venho fazendo muita coisa diferente… Quem diria ser professora? De informática para crianças. Essa era eu até o mês de junho desse mesmo ano… Foram os seis melhores meses da minha vida, onde consegui aprender muito mais do que ensinar, consegui relembrar todos os meus anos de escola, e senti saudade, muita saudade, dos meus amigos de infância e dos professores. Que fora da sala, são pessoas extremamente diferentes.

Foi nesse ano também que resolvi dar a volta por cima, esquecer um amor passado e me reencontrar… Essa parte foi também muito boa, resolvi então fazer diferente, nada de procurar amores em festas. Resolvi conhece-los online, nesse meu mundinho virtual. E tudo foi bem legal, mas depois de alguns encontros, que por sorte deram certo, resolvi parar de procurar, pois nada, nem ninguém se encaixa em perfis pré formulados. A vida é apenas mais uma passagem, para quem sabe um futuro eterno.

Há quem diga, que cada um tem o futuro pré destinado desdo o incio. Então por que certas linhas, insistem em estar riscadas, borradas ou manchadas? Sobrecarregadas por uma camada espessa de solidão, dor e mal estar. Começa aqui a má notícia.

Eu me apaixonei… E sim, essa é uma má notícia mesmo, não errei a contagem de linhas. E isso aconteceu a algum tempo. Me pergunto friamente, por que isso aconteceu comigo? Justo eu, uma garota que tinha todas as armas em mãos, desde lutas a guerras frias, desde muay thai a karatê… Sinto falta dessa garota, decidida, e durona, mandona e inquestionável.

Ela se foi, e levou com ela todas as dores passadas… Mais que garota tola. Sem ela eu me sinto frágil de mais, e disposta a sofrer mais uma vez.

Loucura, é a palavra que mais me veem a memória nesses últimos meses.

Sendo assim, acabo o ano de 2011 muito feliz… Mais também muito triste, por ter perdido nesse caminho aquela garota, e ganhado de sobra, um coração maior, cheio de amor, piedade e solidão… A espera de um mesmo, que possa curá-lo!

Desapegar de algumas coisas é preciso. Porém, agora não dá mais, já não tem mais saída. Nem como tirar você da minha vida.

Lethicia. Beijos

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. amei *-* aaaaaaairn aqui é lindo ‘ eu sou nova aqui ! Nunca consegui fazer um blog,o primeiro que add oi o seu.Porque ja venho aqui um tempo !
    Paz querida

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: