Eu poderia ser alguém melhor…

Alguém bem melhor que eu!

Sabe quando tudo parece bagunçado, seu coração, seus pensamentos, seu quarto, sua casa e sua vida? Então… é exatamente assim que me sinto agora. Sei sobre tudo, mas não posso resolver nada.

Penso então, que não sou tão capaz como pensava ser, não sou tão forte, nem tão durona;  sou apenas mais uma garota normal, que hoje escrever descontroladamente para suprir a necessidade de amar, a necessidade de viver… em um filme onde ela seria o elenco completo, sem novos figurantes e novos papeis, somente ela, sozinha e feliz… longe de tudo e de todos.

E seria para sempre assim, uma vida perfeita, trabalho, alguns cachorros, um apartamento a no minimo 5 andares do chão, uma banheira e uma maquina de café… uma amor de finais de semana e quem sabe um gato, a quem não poderia me apegar demais. Seria assim mesmo… por muito tempo, uma vida feliz… com noites bem e mals dormidas, após destilar meu sangue em algo forte para poder me sentir melhor. Também seria bom um cineminha aos domingos, um bom livro com cheiro de novo, uma caneta de pena com tinta importada e uma câmera fotográfica para poder registrar os momentos da minha vida só e feliz.

Sabe da verdade? Eu somente cansei… cansei de ser uma garota boa. E agora, é como se tudo estivesse mais triste. Aos poucos vai faltando o ar dentro do meu peito, e então quando menos espero um nó na garganta me deixa sem ar, como se necessitasse de algo mais para viver… essa é uma sensação sufocante. Os olhos iniciam um processo de ardência, as pálpebras começam a pesar e um calafrio toma conta de meu corpo. Por fim, as pupilas se dilatam de uma maneira incrível. E de repente me afogo… em lágrimas e solidão, por ter cansado de levar essa vida banal. 

Dentre tantas idas e vindas, me comparei com uma fruta, não dessas com nomes estranhos, ou deliciosas… eu era uma fruta seca, dessas esquecidas no canto da feira, dessas que ninguém escolhe, e que ficam com um cheiro estranho depois de muito tempo ao sol. Tudo isso, por sempre ser alisada, depois jogada de lado, trocada por novas frutas, com cor e cheiro mais gostoso… resolvi então, deixar de ser fruta, e virar gente de verdade.

E sabe por que isso aconteceu? Eu cansei daquela velha sensação de quase eterno, de quase ser escolhida. E agora, com meu próprio esforço saiu rolando pra fora da grande feira que é a vida e tento me tornar completa, vivendo distante e fazendo o que sempre quis fazer.

Espero que minha felicidade se cumpra logo, para poder reinar a paz e as flores por entre meu jardim, para que essa pobre fruta seca seja a dona de sua própria feiram, e dona de um filme inteiro só pra ela!

 

Lethicia. Beijos

Anúncios
Post anterior
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: