Em busca da tão temida, sonhada, desejada e difícil… Felicidade!

Eu não queria que fosse assim…

Era como se tudo estivesse bem… mais meus olhos enxergavam demais, meu coração sentia demais e a razão se perdia dentro de meu peito.

Quem nunca cansou de correr depois de cair, que atire a primeira pedra. E eu, estava cansada, havia parado no caminho , em uma estrada desconhecida e cheia de buracos, pelos quais andava a procura de forças para continuar. Eu não pedi pra ser dessa forma, eu não queria que fosse assim… mas simplesmente aconteceu. Uma vida se encontrou com a outra e perguntaram-se o que faziam sozinhas, uma sorriu para outra e respondeu  que não sabia.

Não queria essa vida para sempre, e temendo o futuro, você se entrega, deixa com que a vida de leve e te mova pelos cantos a procura da temida, sonhada, desejada e difícil… felicidade. Só queria alguém pra cuidar, alguém pra cuidar de mim, alguém que  não me maltrate, não me descuide e não me abandone, alguém que permaneça ao meu lado até quando eu for a pessoa mais chata do mundo. E não sei, mas acho que essa é uma busca impossível, a não ser que esse alguém, seja louco. Costumo dizer a palavra “viva” com frequência, mais acho que estou esquecendo de coloca-la em pratica, deixando com que o tempo e a dor desagaste meu precioso coração, pelo qual meu sangue vai passar até o dia em que partir… para uma vida melhor quem sabe, ou pior.

Sabe… eu acho que estou mudando novamente, como uma lagarta, que entra no casulo e depois de um longo e tedioso inverno vira borboleta. As vezes e bom chorar, pois no próximo dia você vai estar mais forte, como se sua armadura tivesse sido colocada novamente, como se cada lágrima fosse uma mera gota d’água, sem gosto e incolor. E nesse dia, seus sentimentos não existiriam mais, ou estariam apenas dormindo, dentro de seu peito. A espera de alguém por quem valesse a pena acordá-los.

E então esse dia chega, você conhece alguém especial novamente, alguém que faz você se sentir a melhor pessoa do mundo, alguém que te eleva mesmo quando pede para parar, alguém que percebe por tudo que você já passou, alguém que sabe o quanto seu coração já foi machucado, um alguém que você acha ser certo… andando por linhas erradas por ter te encontrado. E então, você resolve que seus sentimentos tem que ser acordados, para quem sabe viver a tão temida, sonhada, desejada e difícil… felicidade, e correndo o risco de maltratá-los novamente você não os acorda por completo.

E depois de um tempo percebe que foi a melhor coisa que já fez na vida, se entregou… sem se entregar na verdade. Ela estava ali, junto a ele, dizia coisas belas e falava sobre sentimentos, quando na verdade seu peito pulsava a dor de estar mentindo.

Ela havia se tornado fria, e havia prometido nunca mais amar. Mesmo sabendo que ao dizer a palavra nunca, estaria entrando por um labirinto… onde a única entrada é também a única saída.   

Lethicia. Beijos

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: