Um belo companheiro!

Onde foi parar o dono da segunda torrada?

Estava aqui pensando, uma xícara de café me acompanhava… Será que ele me amava? Então por que ele não me disse isso? Veio me dizer isso agora, agora já não quero mais, as pessoas tem a incrível capacidade de aparecer em minha vida, quando já não preciso mais delas, um dia estou quase morrendo, ninguém está disposto a me ajudar, no outro meu bolso está cheio, tenho 10 amigos, um belo namorado, não sei o que eles pensam, eu não quero fama, não quero nada, só quero alguns amigos de verdade e um amor, um amor desses que quando eu precisar ele vai estar ali, do meu lado, pronto para segurar a minha mão, não quero um mala, um alguém que não saia, um alguém que não goste de café… que não goste de uma manhã de sol, praia, futebol… eu também não quero alguém que fume, muito obrigada, mais não quero isso, não mesmo, não falo nunca, mais é uma opção, não sei nada sobre o futuro, más sei que ele pertence a mim, e só eu posso mudá-lo….

Nesse momento meu café está mais forte, não sei se é a emoção, emoção de pensar na existência desse alguém… meu peito parece acelerar a cada palavra digitada, minha mãos estão tremendo, a janela está aberta, meus cabelos ao vento… um café quente, um vento gelado… minha torrada está pronta, já volto.

Um alarme de torradeira? Não sei bem como funciona, deveria haver um desse na vida, meus sonhos se realizam, e um lindo alarme de torradeira toca…

Espera… eu fiz duas torradas? Más meu companheiro não come, o homem dos desejos ainda não apareceu, um amigo não está por perto, só tenho um café, acho que vou comer as duas, pois por enquanto ainda não tenho ninguém pra compartilhar. Preciso de outra xícara de café, acho que tomei um litro, ou quase, ainda é cedo, não vou dormir mesmo… acho esse café me deu um animo muito grande hoje, preciso diminuir, ou aumentar sei lá… ele me faz bem. E por enquanto ele é meu maior companheiro….

Ual, a hora passou rápido, já são 8:00 da manhã, há um resto de café na xícara, um café gelado, más ele não desce, ele ficou mais amargo, mais escuro, meu frio aumentou, vou pegar o casaco, tenho que sair, uma vida real me espera, um inverno e mais café, está sol lá fora, mais ainda continua frio. – Quer caminhar comigo?

E o café não respondeu…

Lethicia. Beijos

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: